A marca é a identidade da empresa. Por meio dela, a empresa é representada por sua área de atuação, serviços, colaboradores e desenvolvimento para com o consumidor. Segundo Philip Kotler, uma marca pode conter até seis níveis de significados: atributos, benefícios, valores, cultura, personalidade e usuário. Porém, o processo de construção de marcas não deve se basear somente em desenvolver um logotipo atrativo, aplicado em materiais gráficos e/ou digitais como especificados no manual de marca, mas em transmitir emoções e sensações em seu público-alvo a fim de conquistá-lo. E é neste momento que entra o branding.

Mas, afinal, o que é Branding?

Branding significa, basicamente, gestão de marcas. De maneira que uma marca possa transmitir sensações e sentimentos para o público, o branding bem implementado gera engajamento e agrega valor do produto ou serviço fornecido pela empresa. Esta gestão de marcas é o norte que posiciona uma empresa no mercado, pois ela envolve todas as áreas da empresa (empreendedor, marketing, financeiro, CEO e as demais áreas trabalhadas em conjunto), fazendo com que ela seja transmitida uniformemente para os receptores da informação. Definir uma estratégia de posicionamento de marca é primordial e, quanto mais cedo este ponto for trabalhado, melhores resultados terão e maior será o valor agregado da marca.

O branding conta a história da empresa, constrói e reforça o valor da marca, interage com os receptores e cria emoções com eles, fazendo com que ela se destaque entre suas concorrentes e seja lembrada pelo público. O envolvimento do marketing na gestão de marcas é fundamental, pois colabora com técnicas e estratégias para atingir o público (ações promocionais, pesquisas de mercado, canais de distribuição, entre outros) de maneira que o branding possa complementar essas estratégias e envolver o receptor na identidade da empresa.

Branding na prática

A Coca-Cola é uma das marcas mais valiosas do mundo, estimada em US$81,5 bi. Criada pelo farmacêutico John Pemberton em 1886, nos Estados Unidos, a empresa está presente em mais de 200 países e possui um engajamento estrondoso nas redes sociais. A marca, que nasceu despretensiosa, é associada pelo público com prosperidade, otimismo, bem-estar, emoção, felicidade¹, provenientes de um trabalho de gestão de marcas gradativo e bem-sucedido.

Ultrapassando o tempo, a identidade visual da marca já sofreu algumas alterações, porém podemos observar uma uniformidade em todo o conjunto de logotipos recriados.

branding

Assim como o logotipo, os slogans criados pela empresa para incorporar ao conceito que a marca visou transmitir aos receptores também foram se adequando a cada nova fase. Em 1886, a frase “Beba Coca-Cola” deu início a um processo de engajamento e associação de marca que se altera a cada nova demanda (tecnológica, comportamental). Já em 2015, o tema “Abra a felicidade” transmite, em toda sua comunicação, um conceito de movimento por meio de esportes e diversão, atrelado ao conceito de retomar os momentos de prazer em família. Nesta fase e futuramente, a empresa deseja resgatar o prazer de tomar uma Coca-Cola bem gelada, de sentir o gosto ao descer pela garganta, o barulho marcante do gás da bebida.

branding marketing

Podemos observar a grandiosidade do trabalho de branding da Coca-Cola ao passar dos anos. Os consumidores se identificam e se envolvem com o conceito da marca a cada nova campanha, que já abordou temas raciais, culturais, individualismo e a paz mundial, e tem uma relação direta e exclusiva com seu público. Ideias perfeitamente executadas, como o próprio nome da marca – criada por Frank Robinson, que defendia a ideia que dois C’s combinavam com a propaganda – e as campanhas executadas – quem não se lembra dos ursos polares no Natal com uma garrafa de Coca? – são resultados de um trabalho desenvolvido há mais de 100 anos, desde quando o termo branding ainda não era nem utilizado.

Hoje a Coca-Cola não é só reconhecida pelo sabor inigualável. Mas pelo design único da garrafa, o conceito que ela transmite em suas campanhas, emoções, sensações e comportamento.

¹ Extraído do site: http://marcas.meioemensagem.com.br/brands/cases/cocacola

Postagens recentes